As características de projetos de casas térreas

projetos-casas-terreas

As características de projetos de casas térreas, prendem-se com projetos de arquitetura que admitem uma liberdade de conceito, onde a fluidez dos espaços imprime grande qualidade arquitetónica.

A opção de construir casas térreas, procura na maioria das vezes, a economia na construção e a simplicidade na edificação.

CUSTO DE CONSTRUÇÃO

A super-estrutura é dimensionada apenas para o suporte da cobertura, não havendo cargas de pisos superiores a considerar - este é um dos principais motivos da poupança da construção nestes projetos.

Mas se por outro lado, a construção de projetos de casas térreas tende a ser mais económica por ter uma super-estrutura menos exigente, por outro, é possível que o terreno seja mais dispendioso, pois poderá ter de ser maior para permitir a área de construção que idealiza.

Lembre-se, que nos projetos de casas térreas, a área de construção corresponde à área de implantação e, por esse motivo, para respeitar os parâmetros urbanísticos, poderá ter de comprar um terreno com área ligeiramente maior.

Como nos projetos de casas térreas a habitação é dispersa, é naturalmente necessária uma maior área de cobertura, pelo que poderá ser um factor que poderá requerer maior investimento para o custo da construção. Assim sendo a execução destes projetos tem de ser balanceada.

RAPIDEZ DE EXECUÇÃO DE OBRA

A rapidez na construção está aliada ao facto da estrutura ser mais simples, quando comparada aos sistemas de construtivos de multi-pisos. Assim, a rapidez nesta fase e nas infra-estruturas consegue ser uma vantagem.

FACILIDADE DE MOBILIDADE NO INTERIOR DA HABITAÇÃO

Nas disposições de apenas um piso, toda a habitação desenvolve-se longitudinalmente, pelo que a circulação e a movimentação entre os diferentes espaços, faz-se de forma fluída e sem obstáculos e barreiras arquitectónicas, ou ainda sem desníveis que tenham de ser vencidos por meios mecânicos (eliminando também a existência de escadas).

Esta característica é de extrema importância, na procura de acessibilidade a todos os espaços, por pessoas com mobilidade condicionada. Este ponto, é um argumento forte para optar por projetos de casas térreas.

Ainda de notar que mobilar uma casa de um piso é uma tarefa facilitada, pois ao manusear as peças de mobiliário e os grandes equipamentos, é tudo feito no mesmo nível o que ajuda bastante o trabalho.

ESCOLHA O TERRENO CERTO

Este aspeto tem influência direta na forma e nos custos de construção dos projetos de casas térreas.

Tendencialmente deve optar por terrenos planos, pois adequam-se à implantação de casas térreas, e conseguem garantir a redução de movimentação de terras e de escavação para construir as fundações das casas.

Terrenos acidentados, são favoráveis para construções com mais de um piso, pois o perfil natural destes terrenos impõe a construção em níveis, que se não assumidamente dois pisos distintos, em desníveis, para poder integrar-se no local. Situação contrária, à necessária para projetos de casas térreas.

Nestes casos, ao comprar terreno com estas características, deve acautelar o escoamento/drenagem das águas pluviais e ainda perceber como esta é feita nos terrenos contíguos.

VOLUMETRIA DOS PROJETOS DE CASAS TÉRREAS

A volumetria dos projetos de casas térreas pode trabalhar diferentes alturas dos corpos da habitação, proporcionado um jogo de volumes, explorando as sombras e dando uma característica qualificada aos projetos de casas modernas.

Mesmo não havendo dois ou mais pisos, não impede que existam zonas com pé-direito duplos, criando aspetos cénicos em momentos especiais nos projetos de casas, como sejam na entrada ou nas áreas sociais.

TRABALHAR COM OS MATERIAIS E CONTRASTES

A musculatura de uma casa pode ser dada pelo equilíbrio de diferentes materialidades e, não só pelos vários pisos (volumetria). Muitos são os exemplos de projetos de casas térreas onde a conjugação de materiais nobres nas fachadas, como a pedra, a madeira e até o betão aparente, entre outros, convivem com zonas de reboco pintado, obviamente mais económicos. Reentrâncias, palas, pátios, zonas verdes, envidraçados, são todos elementos a explorar numa casa térrea, onde claramente o interior / exterior é o ponto forte deste tipo de projetos.

Fotos: unsplash.com

PRECISA DE AJUDA NO SEU PROJETO?